Legumes e Acompanhamentos

Creme de Brócolos

 

Um creme aveludado, cheio de bons nutrientes, que conforta o corpo e alma.

Receita:

  • 2 Cebolas
  • 1 Nabo
  • 2 Tomates pequenos
  • 4 Cenouras
  • 2/3 Ramos de couve flor
  • 2/3 Ramos de brócolos
  • Sal e azeite q.b.

Confecção:

  1. Na Bimby: Colocar as cebolas na bimby e picar 5/10 segundos na velocidade 4.
  2. Cobrir o fundo com azeite e deixar refogar 7 min, a 100ºC, velocidade 1.
  3. Quando terminar, juntar os restantes legumes cortados (nabo, tomate, cenouras, brócolos e couve flor), cobrir com água previamente fervida e colocar 25min, na Varoma, velocidade 1.
  4. De seguida, verificar se está cozido e colocar mais tempo se necessário.
  5. Aguardar uns minutos e depois triturar durante 1 minuto na velocidade 3-5-7-10, até ficar bem cremosa.
  6. Temperar com fio de azeite e sal ao gosto.
  7.  Programar 5min, Varoma, velocidade 1.

Método Tradicional:

Corte as cebolas aos cubos e leve a refogar num tacho com azeite a cobrir o fundo até a cebola ficar translúcida. Juntar os restantes legumes cortados (nabo, tomate, brócolos e couve flor), cobrir com água previamente fervida. Deixe o tempo necessário até todos os legumes ficarem totalmente cozidos (pique o nabo com o garfo, se se desfizer é porque todos os legumes estão cozidos). Retire do lume e triture os legumes até obter uma consistência bem cremosa com equipamento adequado (varinha mágica ou liquidificadora). Se gostar do creme mais líquido, coloque uma pouco mais de água fervida.

Leve o tacho ao lume novamente colocando um fio de azeite e sal q.b.. Deixe levantar fervura por mais 5 min. Prove e adeque o sal se necessário.

Aconselhamos com:

  • Sirva com umas sementes de girassol tostadas. Dá um toque crocante e saboroso ao creme.

Escrito Por:

Licenciada em gestão no ISEG da Universidade técnica de Lisboa. O meu currículo profissional inclui 4 anos em auditoria numa das grandes Big4 deste ramo e, desde Fevereiro de 2017, estou numa das maiores empresas portuguesas com as funções de controlo de gestão. O meu gosto pela cozinha começou desde nova pela forma como a minha irmã, Paula Ruivo, nos envolvia nessa tarefa que era cozinhar. Ao longo dos anos sofri de várias problemas gástricos e intestinais, infeções diversas, alergias ao nível respiratório e problemas de pele. Por indicação da minha irmã entrei no grupo Paleo Descomplicado, priorizando a comida de verdade e retirando do meu cardápio alimentos inflamatórios, tendo notado de imediato melhorias na minha saúde e bem-estar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *