Sobremesas

Bolo de courgette e cacau

 

Um bolo húmido e intenso para aqueles dias em que os mimos nunca são demais!

Receita:

  • 350g courgette cortada em pedaços
  • 2 ovos
  • 120g de leite coco (parte mais líquida da lata)
  • 2 colheres de sopa de mel (adequar ao gosto)
  • 80g de manteiga à temperatura ambiente
  • 170g farinha de aveia sem glúten
  • 35 g de cacau em pó*
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • 1 pitada de sal

Calda de chocolate (opcional):

  • 100gr de chocolate preto (acima de 70% de cacau)
  • 2 colheres de chá de óleo de coco

Topping: Açúcar de coco* e pepitas de cacau* q.b.

Confecção:

Bolo:

  1. Pré-aquecer o forno a 180º.
  2. Forrar com papel vegetal uma forma de fundo amovível (24cm).
  3. Picar num processador a courgette finamente ou ralar simplesmente. Reservar.
  4. Noutra taça misturar os ovos, o leite de coco, o mel e a manteiga.
  5. Juntar a courgette e envolver.
  6. Adicionar a farinha de aveia, o cacau, o fermento em pó e uma pitada de sal. Misturar bem até ficar homogéneo.
  7. Colocar na forma e polvilhar com açúcar de coco.
  8. Levar ao forno, cerca de 45 minutos, a 180º. O açúcar de coco caramelizará muito rapidamente, dando ar mais escurecido. Se preferir poderá tapar nos primeiros 30 minutos com papel vegetal.
  9. Fazer o teste do palito para verificar a cozedura e se necessário ajustar o tempo de forno.
  10. Retirar e deixe arrefecer sobre uma grelha se possível.

Calda de chocolate (opcional):

  1. Derreter em banho-maria ou no microondas (em potência baixa) os chocolate e óleo de coco, ir mexendo ao longo do processo.
  2. Verter a calda de chocolate sobre o bolo e polvilhar com pepitas de cacau.

Aconselhamos com:

  • Pode introduzir avelãs picadas na massa para obter uma textura crocante.

*Sugerimos os produtos da Shine Super Foods.

Escrito Por:

Licenciada em gestão no ISEG da Universidade técnica de Lisboa. O meu currículo profissional inclui 4 anos em auditoria numa das grandes Big4 deste ramo e, desde Fevereiro de 2017, estou numa das maiores empresas portuguesas com as funções de controlo de gestão. O meu gosto pela cozinha começou desde nova pela forma como a minha irmã, Paula Ruivo, nos envolvia nessa tarefa que era cozinhar. Ao longo dos anos sofri de várias problemas gástricos e intestinais, infeções diversas, alergias ao nível respiratório e problemas de pele. Por indicação da minha irmã entrei no grupo Paleo Descomplicado, priorizando a comida de verdade e retirando do meu cardápio alimentos inflamatórios, tendo notado de imediato melhorias na minha saúde e bem-estar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *